Revista Novo Perfil Política

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) indeferiu, na manhã desta sexta-feira (31), o registro de Sara Cabral (DEM) - candidata a prefeita da cidade de Bayeux, barrando a democrata para concorrer às eleições deste ano. A Corte entendeu que ela estava inelegível por ter tido contas rejeitadas no Tribunal de Contas da União (TCU). A decisão foi por quatro votos contra dois.

O Procurador Regional Eleitoral, Yordan Delgado, em seu parecer oral, opinou pelo indeferimento do registro de candidatura de Sara Cabral. “Na condenação do TCU temos, inegavelmente ato doloso de improbidade administrativa. O convênio com o Ministério da Ação Social causou danos aos cofres públicos. Está lá nos autos da decisão. O dinheiro era para ser usado no combate a exploração sexual infantil. Não é de estranhar que esse tipo de crime continua crescendo lá porque o dinheiro não foi empregado”, disse Yordan.

O advogado de defesa de Sara Cabral, Carlos Fábio, argumentou que as condenações sofridas pela candidata não configuraram ato doloso de improbidade administrativa. “Não existe dano ao erário, não existe malversação. Eu não sei por que dizer que a omissão em prestar contas é, necessariamente, ato doloso de improbidade administrativa. No TCE o julgamento foi suspenso por decisão da justiça e no TCU o que houve foi omissão de prestação de contas que foram prestadas depois de forma extemporânea”, explicou o advogado.

Os votos - O relator do processo, juiz João Bosco Medeiros, entendeu que ficou configurado o ato doloso de improbidade administrativa na condenação de Sara Cabral. “Aqui é o caso da aplicação da famosa Alínea ‘G’ e está comprovado nos autos do TCU que está configurado o ato doloso. Dessa forma eu voto pelo indeferimento da candidatura de Sara”, argumentou.

Depois de pedir vistas dos autos em mesa – prazo de dez minutos para analisar melhor o caso e dirimir dúvidas no recurso - o juiz Márcio Accioly votou pelo deferimento da candidatura de Sara Cabral. “É possível, perfeitamente, concluir que sequer houve exame de mérito sendo rejeitadas as contas apenas por terem sido apresentadas de forma extemporânea. Entendo a decisão do TCU, porém não consigo vislumbrar o alegado ato de improbidade administrativa”, relatou.

O voto de Márcio Accioly foi acompanhado pelo desembargador José Di Lorenzo Serpa.

Miguel de Britto Lyra, Sylvio Pélico Porto Filho e Tércio Chaves acompanharam o voto do relator e decidiram pelo indeferimento da candidatura de Sara Cabral.

Na Zona Eleitoral - A candidatura de Sara Cabral (DEM) a prefeita de Bayeux já havia sido indeferida pelo juiz Antônio Rudimacy Firmino de Sousa, da 61ª Zona Eleitoral. O magistrado levou em conta, em seu julgamento, os termos da Lei Complementar 64/90, com as alterações introduzidas pela Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa). De acordo com essas duas leis, Sara encontra-se inelegível para disputar eleições para qualquer cargo eletivo porque estaria sendo considerada ficha suja. 

Processo no TCU - Um dos processos que levaria Sara Cabral a ser enquadrada na Lei da Ficha Limpa é o tramitado no Tribunal de Contas da União (TCU) que julgou irregulares, nos autos do processo n. TC 003.151/2009-2, as contas do convênio celebrado entre o Ministério da Assistência Social e o Município de Bayeux, na gestão da então prefeita. O TCU aplicou-lhe, ainda, multa e a condenou ao pagamento do débito, por considerar que houve omissão no dever de prestar contas e aplicação irregular dos recursos oriundos do convênio.

Em acórdãos datados de 22/09/2009 e 26/07/2011, Sara Cabral teve suas contas rejeitadas por vício insanável, ou seja, em razão da omissão do seu dever de prestar contas no devido prazo. Ela apresentou tais contas cinco anos após a data final para entrega, configurando-se ato doloso de improbidade de administrativa, nos termos do art. 11, VI, da Lei n. 8.429/92, ou seja, a candidata agiu com dolo e omissão.

A ex-prefeita Sara Cabral teve sua candidatura indeferida pelo juiz Antônio Rudimacy Firmino de Sousa, da 61ª Zona Eleitoral. Na última sexta-feira (10), o Tribunal Regional Federal (TRF), através da desembargadora federal Margarida Cantarelli, seguiu a deciso do juiz Antônio Rudimacy Firmino e manteve o indeferimento da candidatura de Sara Cabral.

A defesa de Sara pretendia suspender no TRF os efeitos da decisão da Justiça Federal que, em 31 de janeiro deste ano, proferiu sentença contrária a ex-prefeita, condenando-a por ato de improbidade administrativa, determinando, entre outras penalidades, a suspensão dos seus direitos políticos pelo prazo de três anos, contado a partir do trânsito em julgado.

O juiz Tércius Gondim Maia, da 2ª Vara Federal, determinou ainda o pagamento de R$ 41 mil em favor da União e o pagamento de multa civil no valor correspondente à sua última remuneração na qualidade de prefeita.

A ação contra Sara Cabral foi movida pelo Ministério Público Federal. Ela é acusada de não ter prestado contas de um convênio, no valor de R$ 42.400,00, com o Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS), destinado à execução de medidas de combate à violência e abuso sexual contra crianças e adolescentes. O projeto foi orçado em R$ 46 mil, sendo R$ 41.400,00 à conta do FNAS e R$ 4.600,00 pelo município de Bayeux. Por esse motivo, ele também teve as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da União.

Revista Novo Perfil Online
Fonte: PoliticaPB

O Jornal Correio da Paraíba divulga na edição desta sexta-feira, 31, a primeira pesquisa uma semana após o início do guia eleitoral de intenções de voto em Campina Grande. A pesquisa foi feita pelo Instituto Consult - contratado pelo sistema Correio de Comunicação que aponta na liderança o deputado federal Romero Rodrigues (PSDB) coligação Por amor a Campina.

Pelos números da Consult, Romero já conta com 36,46% da disposição do eleitorado a seu favor. Em segundo lugar está a candidata do PMDB, Tatiana Medeiros com 20,77 %,, da coligação Pra campina Seguir em Frente, seguida de Daniella Ribeiro (PP), da Coligação Pra Campina Crescer em Paz, com 18%.
Na primeira pesquisa publicada pela empresa contratada pelo Sistema Correio, em 31 de março deste ano, o candidato tucano era o segundo na disputa, com 24,92% das intenções de votos. Naquele momento, a líder na pré-campanha era Daniella Ribeiro, com 27,69% e Tatiana Medeiros só registrava 11,69%.

Na segunda consulta da empresa de Recife, divulgada no último dia 17, portanto após a homologação das candidaturas pelas respectivas convenções, o quadro já virou em favor do tucano: ele assumiu a ponta da corrida eleitoral, com 30,62%, passando a contemplar a cristalização de um empate técnico entre as duas principais concorrentes - Daniella Ribeiro (20,15%) e Tatiana Medeiros (18,92%).

Ainda segundo a pesquisa da Consult/Correio desta sexta, no terceiro pelotão, vêm os outros candidatos a prefeito: Guilherme Almeida (PSC), da Coligação Campina Ideal, pontua 2,32% das intenções de votos em Campina Grande, enquanto Artur Bolinha (PTB) registra 1,08, seguido de Alexandre Almeida (PT), que emplaca apenas 0,62% e, finalmente, tem como último colocado Sizenando Leal, com 0,15%.


Revista Novo Perfil Online

Fonte: WSCOM

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) já indeferiu, ao todo, 152 pedidos de registros de candidaturas nas eleições deste ano. Foram barrados pela justiça, até agora, 131 candidatos a vereador, 13 a prefeito e oito a vice-prefeito. Confira a lista dos políticos que já estão inaptos a disputar o pleito de 2012.



Vereador

José Carlos Maximiniano (Sertãozinho)

Carlos Antônio da Silva (Dona Inês)

José Carlos Naximino da Silva (Sertãozinho)

João Viana Cacho (Pitimbu)

Damião João da Silva (Nova Olinda)

Severino do Ramo Cavalcante de Paiva (Caldas Brandão)

Adelson de Assis Brandão (João Pessoa)

Vanildo Dantas Pereira (João Pessoa)

Ednaldo Luciano do Nascimento (João Pessoa)

João Laurentino Barbalho (Caaporã)

Ivo Antônio de Farias (Caaporã)

Severino Xavier da Silva (Caaporã)

Marcondes Francisco de Melo (Caaporã)

Patrícia Cristina da Silva (Caaporã)

Nadjane Maria Gomes (Caaporã)

Tânia Maria Guedes de Andrade (Campina Grande)

Antônio Rodrigues Leite (Cajazeirinhas)

Willams Varela de Lima (Bayeux)

Gilvanete da Silva (Bayeux)

Gilvan Raimundo de Lima (Água Branca)

Constantino Cândido da Silva (Paulista)

Francisco de Assis Diniz de Lima (Campina Grande)

Fabiana de Araújo Madruga (João Pessoa)

Alexandro da Silva Goveia (João Pessoa)

Joana Darc Silva do Carmo (João Pessoa)

João Carlos Marques da Silva (Salgado de são Félix)

José Alves Cassiano (João Pessoa)

Cozete Barbosa Loureiro Garcia de Medeiros (Campina Grande)

Cosme de Vasconcelos Medeiros (João Pessoa)

Edite Rodrigues da Silva (João Pessoa)

Hipolito Rodrigues de Souza Neto (João Pessoa)

Jacinto Romulo Guedes Paiva (Brejo dos Santos)

Jailson Nunes dos Santos (Belém)

José Bernardino de Miranda (Umbuzeiro)

José Ivanilvo Vieira (Santa Cecilia de Umbuzeiro)

José Rufino da Costa (Belém)

Lindenberg Nunes Dias Novo

Maria de Fátima Barbosa de Alustau (Belém)

Paulo Mendonça da Silva (Belém)

Izaira Dantas da Silva

Maria de Fátima Maurício Pontes

Francisco das Chagas Sarmento

Wellington Xavier de Lima

Odilio Isbelo de Morais (Tenório)

Adelgistro Balduino Sobrinho (Patos)

José Dionisio da Silva Filho (Mamanguape)

José Crisanto Muniz de Farias (Pilões)

Edson Pereira da Cunha (João Pessoa)

Audo Félix Alves (Santa Teresinha)

Welliton Carlos Alencar de Sousa (Uiraúna)

Fanuel Afonso Duarte Junior (Uiraúna)

Larissa de Oliveira Garcia Araújo (Pitimbu)

Irenaldo Antônio da Silva (Santa Rita)

Edilson dos Santos Pereira (Sobrado)

Lilian Cristina Pedrosa da Cunha Lima (Baía da Traição)

Francisco Lindemberg Vieira de Alencar (Santarém)

Flávio Romero Guimarães (Campina Grande)

José Claudino de Andrade (Santarém)

Raimundo Pedrosa da Silva (Uiraúna)

Fabiano Márcio Rodrigues (Conceição)

Damião Alves Pereira (São Bento)

Francisca Martins Florêncio (Pombal)

André Luiz de Oliveira Amaral (Alhandra)

Marlene Rodrigues da Costa (Belém)

Izabel Cristina Rodrigues de Melo (Fagundes)

Ronaldo Alencar Bezerra (Itabaiana)

Shirlene Ferreira da Silva (Itabaiana)

Marcos Antônio Bezerra de Lima (Itabaiana)

Eliete Pereira da Costa (Campina Grande)

Luciana do Amaral Araújo (Campina Grande)

Eliane Braz Vieira (Campina Grande)

Erivelton Oliveira Barbosas (Campina Grande)

Eurivaldo de Araújo (Campina Grande)

Jânio de Sena Abdias (Campina Grande)

Maria José Ferreira Santos (Campina Grande)

Marinalva Silva Sousa (Campina Grande)

Walisson Waltiery Amaral Soares (Campina Grande)

Terezinha Leite Cavalcante (Campina Grande)

Laelson Patrício Lima do Nascimento (Campina Grande)

Edson Daniel Ramos (Campina Grande)

Maria da Guia da Silva (Rio Tinto)

José do Nascimento Silva (Rio Tinto)

Rodrigo Rodolfo de Melo (Marizópolis)

João Maurício Pereira Dionízio (Caaporã)

Severino Alex Nazários dos Santos (Caaporã)

Cícero Leite Valdevino (São José de Caiana)

Clediomar Mariano de Lima (São José de Caiana)

Damião Rodrigues de Melo (São José de Caiana)

Elosmam Batista da Silva (São José de Caiana)

Francisca Leite Ramalho (São José de Caiana)

Maria Nazaré Temístocles Lopes (São José de Caiana)

Terezinha Leite Valdevino(São José de Caiana)

Maria Aparecida de Souza Santos (Campina Grande)

Marconi Paiva Fernandes de Oliveira (João Pessoa)

Guido Romero de Lima (João Pessoa)

José Ivaldo de Sousa Pacheco (Pombal)

Pedro Araújo da Nóbrega (Pombal)

Evaldo Maximiano da Silva (Caaporã)

Alexsandro Paulino Ferreira (Caaporã)

Júnio Balbino dos Santos (Caaporã)

Moisés Pereira Barbosa (Boqueirão)

José Jailson Nogueira (Uiraúna)

João Severino dos Santos Filho (Sapé)

Paula Francinete Lacerda Cavalcanti de Almeida (Cajazeiras)

Antônio Tomaz Aquino (Capim)

José Saraiva de Andrade (São José do Brejo do Cruz)

José Germano Trajano dos Santos (Areia)

Antônio José Franca (Sapé)

Antônio André de Oliveira Filho (Soledade)

Jaqueline Felix da Silva (Sobrado)

Nelma Coutinho de Lucena (Itabaiana)

Emílio Júnior da Motta Pessoa (Jacaraú)

Karina Lins da Silva (Mari)

Arlinda Augusto Monteiro (Sobrado)

Ivan Fernandes carneiro (Logradouro)

Dagmando Lopes Araújo (Cuité)

Wilson Francisco da Silva (Bayeux)

José Marcos de Lima (Riacho de Santo Antônio)

Luiz Neves Correia (Salgado de São Félix)

Aloísio Rodrigues da Silva (Salgado de São Félix)

Marinilson Cabral de Vasconcelos (Salgado de São Félix)

Janaína Lilian de Macedo Moura (Frei Martinho)

Celso Ferreira Oton (Boa Ventura)

João de Oliveira Araújo (Patos)

Ytalo Pinto Gomes (Boa Ventura)

Beunides Maria Santiago (Uiraúna)

Antônio Lino da Silva (Riacho dos Cavalos)

Alexandre Ramos Paiva de Souto (Cruz do Espírito Santo)

Eduardo Olegário de Oliveira (Juripiranga)

Tiago Mariz Soares (Juripiranga)

José Paulo da Silva (Mogeiro)


Vice-prefeito

Ana Júlia (João Pessoa)

Gilvan Lira Machado (Bayeux)

José Nildo Mota Alexandre (Itatuba)

Hermano José Coutinho de Morais (São João do Cariri)

Robério Lopes Burity (Ingá)

José Will Rodrigues (Itaporanga)

Severino Ramos de Souto (Cruz do Espírito Santo)

Luís Apolinário dos Anjos (Salgado de São Felix)

Prefeito

José Carlos Soares

Marcone Adonias Dantas (Paulista)

Yasnaia Pollyanna Werton Dutra (Pombal)

José Vieira da Silva (Marizópolis)

Aldiberg Alves de Carvalho (Itaporanga)

Adriana Carneiro de Azevedo (Cacimba de Areia)

Glória Geane de Oliveira Fernandes (Uiraúna)

Maria Luiza do Nascimento Silva (Sapé)

Aldegício Balduíno da Nóbrega (Areia de Baraúnas)

José Francisco Marques (Aroeiras)

Carlos Antônio Araújo de Oliveira (Cajazeiras)

Espedito Aldeci Mangueira Diniz (Santana de Mangueira)

Joventino Ernesto do Rego Neto (Barra de Santana) 

Revista Novo Perfil Online

FONTE: POLÍTICAPB
Beto do Brasil
A Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) confirmou, na tarde desta terça-feira (28), a decisão do juiz da 48ª Zona Eleitoral, Ozenival dos Santos Costa, e liberou a candidatura de Sebastião Alberto Cândido da Cruz (Beto do Brasil – PPS) que permanece apto a disputar o cargo de prefeito do município de Solânea.

Beto do Brasil teve o registro de candidatura deferido pelo juiz da 48ª Zona Eleitoral, Ozenival dos Santos Costa. No entanto, a decisão do magistrado foi questionada no TRE pelo Ministério Público Eleitoral que ingressou com uma ação de impugnação por entender que o candidato estaria enquadrado na Lei da Ficha Limpa por ter tido contas – da época em que foi prefeito de Solânea – julgadas irregulares no Tribunal de Contas do Estado.

O juiz zonal, no entanto, na ocasião do deferimento alegou que “não há falar-se em inelegibilidade por rejeição emissão de pareceres do Tribunal de Contas do Estado e da União quando as deliberações ainda não transitaram em julgado e em razão de recursos estão com os seus efeitos suspensos”.

Também, segundo o magistrado, “julga-se improcedente a ação de impugnação de registro de candidatura fundamentada em parecer opinativo de Tribunal de Contas e leis das inelegibilidades quando os autos demonstram que houve deliberação do Poder Legislativo Municipal, competente para julgar as contas do prefeito municipal, deliberando pela rejeição dos pareceres do Tribunal de Contas”.



Revista Novo Perfil Online

Fonte: Focando a Notícia

segunda-feira, 27 de agosto de 2012


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgou, na manhã desta segunda-feira (27), 24 recursos de registro de candidatura (RRC's). entre os indeferido se encontra o candidato a vereador do município de logradouro que havia pedido o registro pelo PSD. O TRE seguiu a decisão ja tomada em 1º instancia pelo indeferimento do registro da candidatura. Veja Os julgados:


Recursos DEFERIDOS:
Nobson Pedro de Almeida (prefeito/Esperança)
Rosimere Bronzeado Vieira (vice-prefeita/Esperança)
Rideuda Vieira Nunes (vereadora/Itapororoca)
Clério Alves de Carvalho (vereador/Boa Ventura)
Coligação “Frente Popular Libertadora” (Bonito de Santa Fé)
Antônio Marcos Lacerda da Silva (vereador/Bonito de Santa Fé)
Antônio Wedson de Arruda Filho (vereador/Bonito de Santa Fé)
Antônio Wilson Lacerda (vereador/Bonito de Santa Fé)
Francisco de Assis cordeiro de Sá (vereador/Bonito de Santa Fé)
Francisco Djacir Moreira da Silva (vereador/Bonito de Santa Fé)
Francisco Pereira da Silva (vereador/Bonito de Santa Fé)
José Péricles Medeiros Ramalho (vereador/Bonito de Santa Fé)
João Aucy Filho (vereador/Bonito de Santa Fé)
Railda Fernandes da Silva (vereadora/Bonito de Santa Fé)
Wanderson Ramalho de Lacerda (vereador/Bonito de Santa Fé)
Joanice Pereira Furtado (vereadora/Bonito de Santa Fé)
Núbia Cristina de Sousa Pereira (vereadora/Bonito de Santa Fé)
Umbelina Amâncio Neta (vereadora/Bonito de Santa Fé)


Recursos INDEFERIDOS:
Glória Geane de Oliveira Fernandes (prefeita/Uiraúna)
Maria Luiza do Nascimento Silva (prefeita/Sapé)
Arlinda Augusto Monteiro (vereadora/Sobrado)
Aldegício Balduíno da Nóbrega (prefeito/Areia de Baraúnas)
Ivan Fernandes carneiro (vereador/Logradouro)


A Corte Eleitoral não conheceu do recurso nº168-57, de Maria Leonice Lopes Vital (prefeita/Boa Ventura).








Por Henrique Filho
Com: TRE-PB

sábado, 25 de agosto de 2012


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) retoma na próxima segunda-feira, às 8h, o esforço concentrado para julgar os recursos de registros de candidaturas que estão em tramitação no órgão. Ainda estão pendentes para votação aproximadamente 300 recursos, dos 630 que foram ajuizados até agora. Entre estes o pedido de registro de candidatura de Tarcísio Marcelo, que teve o pedido negado no cartório Eleitoral de Belém

O prazo para julgamento desses processos se encerrou desde a última quinta-feira, no entanto, a Justiça Eleitoral não conseguiu limpar a pauta dentro do prazo, não só na Paraíba, mas na maioria dos Estados.

O presidente do TRE-PB, desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, garantiu que até a próxima terça-feira a Corte terá julgado todos os processos. Segundo ele, apesar de não haver sessão neste final de semana, conforme havia sido cogitado, haverá expediente interno para análise preliminar dos recursos que estão pendentes, como forma de julgá-los na segunda e na terça-feira, com sessões nos dois turnos.

Revista Novo Perfil Online
Fonte Portal Correio

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A Rádio Rural recebeu, na manhã desta quinta-feira (23), o candidato Edgard Gama (PMDB), da Coligação Continua Belém.

Ele participou do Programa Grande Jornal 850 - 1ª edição, apresentado por Digenilson Silva e Fábio Dutra, das 7h30 até as 8h30. O horário e data da participação do candidato foram definidas em sorteio entre representantes da emissora e das coligações, uma vez que também há o espaço para a participação do seu adversário, o candidato Tarcísio Marcelo (PSB), no programa, no seu caso realizado na manhã desta sexta (24), no mesmo horário.

Edgard expôs seu plano de governo, onde debateu sobre alguns projetos que serão concretizados, caso seja eleito no dia 07 de outubro. O candidato falou sobre metas na área da educação e infra-estrutura, entre as quais vale destacar a recuperação e ampliação do mercado público e a reforma em algumas escolas da rede municipal de ensino.

Revista Novo Perfil Online
Fonte: Nordeste1 

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Na tarde desta terça-feira (21), foi dado seguimento à Sessão iniciada pela manhã no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba. A Corte Eleitoral apreciou mais 25 recursos de registro de candidatura, sendo que destes, 13 foram negados seguimento e dado retorno ao primeiro grau para análise. Dos 12 restantes, seis foram indeferidos e os outros seis tiveram o deferimento. Entre os indeferidos está a candidata MARLENE RODRIGUES DA COSTA, (Marlene Pedro), ela foi a ultima candidata do DEM a cair. A coligação A gora é o povo que quer 2 perdeu todos candidatos do DEM por falta de filiação partidária. Os outros candidatos você pode ver aqui.




RECURSOS INDEFERIDOS 
PREFEITA 
Yasnaia Pollyanna Werton Dutra (Pombal) – Configuração de terceiro mandato consecutivo; 
VEREADOR 
Marlene Rodrigues da Costa (Belém) – Ausência de filiação partidária; 
Izabel Cristina Rodrigues de Melo (Fagundes) – Ausência de filiação partidária; 
Ronaldo Alencar Bezerra (Itabaiana) – Não comprovou a desincompatibilização de cargo público; 
Shirlene Ferreira da Silva (Itabaiana) – Ausência de filiação partidária; 
Marcos Antônio Bezerra de Lima (Itabaiana) – Ausência de filiação partidária; 

RECURSOS DEFERIDOS 
COLIGAÇÃO/PARTIDO 
Coligação “Araçagi Agora é a Vez do Povo” (Araçagi); 
PREFEITO 
José de Almeida Braga (Rio Tinto); 
VEREADOR 
Sandoval Paulino Batista (Juazeirinho); 
Gutemberg Custódio da Silva (São Bento); 
Ronaldo Rodrigues da Silva (Campina Grande); 
José Marcos Marinho Falcão (Campina Grande); 

Negado seguimento ao recurso, ante superveniente perda do objeto, com consequente retorno dos ao primeiro grau para análise: 
PREFEITO 
Josué Benicio de Pontes (Araçagi); 
VEREADOR 
Valter Ribeiro da Silva (Araçagi); 
Pablo Rogério Ferreira do Nascimento (Araçagi); 
Gilberto Gonçalo Xavier (Araçagi); 
Jean Carlos da Cruz Batista (Araçagi); 
João Evangelista de Oliveira (Araçagi); 
José Tavares (Araçagi); 
Antonio Borges Silva (Araçagi); 
José Valderley Fideles Ferreira (Araçagi); 
Oliveira Zacarias da Silva (Araçagi); 
Edmilson Marinho de Souza (Araçagi); 
Josefa João do Nascimento (Araçagi); 
Antonia Estrela (Araçagi).

Revista Novo Perfil Online
Fonte: TRE-PB
Foi realizado na Rádio Rural, tarde desta terça-feira (21) um sorteio para definir a ordem de entrevistas com os candidatos ao cargo majoritário na cidade de Belém.

José Vicente, representante da coligação Continua Belém, que tem como candidato Edgard Gama (PMDB), e Josenildo Monteiro, representando a coligação Agora É O Povo Que Quer, que tem como candidato Tarcísio Marcelo (PSB), marcaram presença no sorteio junto com o apresentador Digenilson Silva e o Diretor de Jornalismo da emissora, Jefferson Carlo.

Sob o consentimento de todos os presentes, a ordem ficou definida da seguinte maneira:

Dia 23 de agosto (quinta-feira) - Edgard Gama

Dia 24 de agosto (sexta-feira) - Tarcísio Marcelo

As duas entrevistas serão realizadas no Grande Jornal 850 - 1ª edição, das 07h30 às 08h30.

Revista Novo Perfil Online
Fonte Nordeste1

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Na sessão desta segunda-feira (20), a Corte Eleitoral julgou mais 28 recursos eleitorais relacionados a registro de candidatura. Segue abaixo a lista de candidatos que tiveram seus recursos apreciados. 

RECURSOS INDEFERIDOS 
Vereador 
Odilio Isbelo de Morais (Tenório) – Escolaridade não comprovada 
Adelgistro Balduino Sobrinho (Patos) – Candidato inelegível 
José Dionisio da Silva Filho (Mamanguape) – Ausência de comprovação de filiação partidária 
José Crisanto Muniz de Farias (Pilões) – Não foi escolhido em convenção partidária 
Edson Pereira da Cunha (João Pessoa) – Ausência de filiação partidária e fora do prazo de desincompatibilização 
Audo Félix Alves (Santa Teresinha) – Não comprovação de filiação partidária 
Welliton Carlos Alencar de Sousa (Uiraúna) – Não apresentou prestação de contas 
Fanuel Afonso Duarte Junior (Uiraúna) – Ausência de quitação eleitoral 
Larissa de Oliveira Garcia Araújo (Pitimbu) – Não comprovação de filiação partidária 
Irenaldo Antônio da Silva (Santa Rita) – Fora do prazo de desincompatibilização 
Edilson dos Santos Pereira (Sobrado) – Ausência de comprovação de filiação partidária 
Lilian Cristina Pedrosa da Cunha Lima (Baía da Traição) – Não foi escolhida em convenção partidária 
Francisco Lindemberg Vieira de Alencar (Santarém) – Ausência de quitação eleitoral 
Flávio Romero Guimarães (Campina Grande) – Contas rejeitadas 

Prefeito 
Marcone Adonias Dantas (Paulista) – Candidato inelegível 


RECURSOS DEFERIDOS 
Partido/Coligação 
Coligação “PMDB/PHS/PPL/PR” (Guarabira) 

Vereador 
Fernando Batista dos Santos (Juazeirinho) 
Manoel Rodrigues de Araújo (Caaporã) 
Luiz Severino de Paula (Conde) 
José Edmilson Bezerra (Conde) 
Nelson da Silva Lima (Conde) 
José Amorim Filho (Salgado de São Félix) 
Marconio Edson Bezerra (Pitimbu) 
João Hipólito Sobrinho (Mãe D'Água) 

Vice-prefeito 
José Paulo Filho (Santana dos Garrotes) 
José Paulino Lustosa (Mãe D'Água) 

Prefeito 
Joana Darc Queiroga Mendonça Coutinho (Massaranduba) 


Não Conhecimento do Recurso de Alcicleide Lacerda de Farias (Piancó)

Revista Novo Perfil Online
Fonte: TRE-PB

sábado, 18 de agosto de 2012


O Ibope divulgou, nesta sexta-feira (10), sua primeira pesquisa de intenção de voto sobre a disputa pela Prefeitura de Campina Grande, neste ano.

A pesquisa foi contratada pela TV Paraíba. Romero Rodrigues (PSDB) lidera o levantamento.

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 a 16 de agosto de 2012. Foram entrevistadas 602 pessoas na cidade de Campina Grande. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada: 

Romero Rodrigues (PSDB) – 34%
Daniella Ribeiro (PP) – 21%
Tatiana Medeiros (PMDB) – 20%
Guilherme Almeida (PSC) – 4%
Alexandre Almeida (PT) – 1%
Artur Bolinha (PTB) – 1%
Sizenando Leal (PSOL) – não pontuou
Branco/nulo - 12%
Não sabe/não respondeu - 7%

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), sob o protocolo 00043/ 2012.

Rejeição
O Ibope também perguntou aos entrevistados sobre o nível de rejeição aos candidatos a prefeito da cidade de Campina Grande.

O resultado estimulado e múltiplo desta pesquisa foi: 36% disseram que não votariam de jeito nenhum em Tatiana Medeiros; 27% em Artur Bolinha; 24% em Sizenando Leal; 22% em Romero Rodrigues; 22% em Guilherme Almeida; 21% em Daniella Ribeiro; 21% em Alexandre Almeida. 9% disseram que poderiam votar em todos; 11% não sabem ou não responderam.


Revista Novo Perfil Online

Fonte: Paraiba1
O TRE-PB, indeferiu nesta sexta (17) a candidatura a vereador de Wellington Xavier de Lima (Primo) que pleiteava uma vaga de vereador pela coligação "Agora é o povo que quer II", o motivo do indeferimento foi a falta de filiação partidária em tempo hábil para ser candidato. Primo estava pleiteando a vaga pelo Democratas que tem como presidente no município Wellington Guedes. com o indeferimento de Primo a coligação agora conta o prejuízo  de ter 8 candidatos a menos de 16, para disputar as eleições de 2012. O TRE ainda falta julgar  candidata Marlene que também pertence a coligação. O candidato a Prefeito Tarcisio Marcelo também aguarda julgamnto, dos candidatos que recorreram para o TRE-PB do município de Belém, foram todos indeferidos.


Por Henrique Filho

sexta-feira, 17 de agosto de 2012


A menos de dois meses das eleições municipais, o deputado federal Romero Rodrigues (PSDB), candidato pela Coligação ‘Por amor a Campina Grande’ (PRB / PSL / PTN / DEM / PSB / PV / PRP / PSDB / PSD / PT do B), lidera a corrida pela Prefeitura da Rainha da Borborema com 30,62% das intenções de voto.
É o que revela a primeira pesquisa Consult (estimulada) para prefeito de Campina Grande, em parceria com o Sistema Correio de Comunicação, após o registro das candidaturas.
Em segundo lugar, aparece a deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), que concorre pela coligação ‘Pra Campina crescer em paz’ (PP / PPS / PSDC / PRTB), com 20,15%. Em seguida aparece a médica Tatiana Medeiros (PMDB), candidata da coligação ‘Campina segue em frente’ (PMDB / PR / PHS / PMN / PTC / PPL), com 18,92%. 

Em quarto lugar na pesquisa, o deputado estadual Guilherme Almeida (PSC), que encabeça a chapa da coligação ‘Campina Grande ideal’ (PSC / PC do B), foi citado por 3,23% dos eleitores entrevistados. Artur Almeida, do PTB, aparece em quinto com 1,54%. Alexandre Almeida, do PT, e Sizenando Leal, do Psol, obtiveram apenas 0,15% das intenções de voto. Dos entrevistados, 8,15% disseram que não votam em nenhum dos candidatos que estão na disputa e 17,08% não sabem dizer.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o número 00040/2012 no dia 10 deste mês. A pesquisa de campo foi realizada nos dias 11 e 12 deste mês. O grau de confiabilidade é de 95% e a margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos. Ao todo, a Consult fez 650 entrevistas com eleitores de ambos os sexos, de todas as faixas etárias, níveis de escolaridade e rendimentos familiares. Segundo maior colégio eleitoral do Estado, 280.207 eleitores estão aptos a votar em Campina Grande em 7 de outubro.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, o tucano Romero Rodrigues, da coligação ‘Por amor a Campina’, também lidera a corrida pela Prefeitura de Campina Grande. Ele foi citado por 23,85% dos eleitores entrevistados pela Consult/Correio.

Daniella Ribeiro (coligação Pra Campina crescer em paz) e Tatiana Medeiros (coligação Campina segue em frente) aparecem empatadas com 16%. Guilherme Almeida, na disputa pela coligação ‘Campina Grande ideal’, aparece com 2,62%, seguido por Artur Almeida (PTB), com 1,23%. Alexandre Almeida, do PT, e Sizenando Leal, do Psol, não foram citados na pesquisa espontânea.

Os eleitores entrevistados na pesquisa Consult/Correio também citaram nomes que não estão na disputa. O atual prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB), que está no segundo mandato, foi citado por 0,46%; o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que já prefeito de Campina Grande, obteve 0,31%; e Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), que concorre como vice na chapa de Romero Rodrigues, por 0,15%. 

Os indecisos (não sabe) somam 30,77% dentre os eleitores entrevistados na pesquisa Consult/Correio. Já 8,62% responderam que não votariam em nenhum dos canddatos.

Mudança de voto

A Consult/Correio também quis saber: “A sua intenção de voto para prefeito(a) de Campina Grande poderá ou não mudar até a eleição?”.

Dos eleitores entrevistados, 50,92% responderam que não mudarão a intenção de voto e 36,31% disseram que sim, poderão mudar o voto até o dia 7 de outubro (data das eleições). Não sabem dizer somam 12,77%.

Parceria

A Consult trabalha em parceria com o Sistema Correio de Comunicação há 12 anos e atua no Estado da Paraíba há 20 anos. A empresa está no mercado há 24 anos e tem sua sede na Capital do Estado do Rio Grande do Norte, Natal. As primeiras pesquisas foram nas cidades de Campina Grande, João Pessoa e Patos.

No sábado

Na edição de amanhã, o Jornal Correio divulgará o índice de rejeição dos candidatos a prefeito de Campina Grande (sete no total), além da preferência x rejeição. A edição trará ainda a repercussão dos números junto aos prefeitáveis e os rumos da campanha faltando pouco menos de dois meses para as eleições

Daniella anuncia novo vice

Adelson Barbosa dos Santos e Giovannia Brito

O comando da campanha da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) a prefeita de Campina Grande substituiu ontem o candidato a vice, o petista Perón Japiassú, pelo advogado Rodrigo Motta (PP). A substituição foi comunicada à Justiça Eleitoral de Campina Grande, depois da renúncia de Peron. O petista renunciou à candidatura a vice para não prejudicar a candidata Daniella Ribeiro. Isto porque o Diretório Municipal do PT apresentou, desde o registro das candidaturas, o nome de Alexandre Almeida como candidato a prefeito. 

A assessoria jurídica da Coligação ‘Pra Campina Crescer em Paz’, protocolou ontem, no Fórum da Justiça Eleitoral, as renúncias de Perón e a de Rodrigo Motta Ribeiro (PP), que estava como candidato a vereador, e que deve ser apresentado ainda hoje como o companheiro de chapa de Daniella.

Sobre a participação do PT na chapa de Daniella, o recurso interposto aguarda decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba porque o PT estadual e a Executiva nacional não reconhecem a candidatura de Alexandre e recomendam a coligação com o PP. 

Segundo o publicitário Anderson Pires, um dos coordenadores da campanha de Daniella Ribeiro, Rodrigo Motta é filho do ex-secretário da Casa Civil do Governo do Estado Silvestre Almeida e sobrinho do ex-superintendente do Sebrae e ex-secretário de Indústria e Comércio do Estado Arlindo Almeida.

Revista Novo Perfil Online
Fonte Portal Correio

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Daniella resolve impasse com vice mas garante que continua firme na disputa em Campina.
A candidata a prefeitura de Campina Grande Daniella Ribeiro (PP) e a Coligação Pra Campina Crescer em Paz, decidiram acatar a recomendação da justiça e substituiram o seu companheiro de chapa, Peron Japiassu (PT). Daniella afirmou que apesar da substituição continuará com processo na justiça.

O substituto escolhido pelo partido foi o advogado Rodrigo Motta (PP) e a Coligação afirmou que foi uma escolha tranquila, porém, a recondução do cargo ao petista Peron será feita assim que o impasse for resolvido judicialmente.

Por enquanto, a substituição foi a forma escolhida até o processo, que tramita no Tribunal Regional Eleitoral, seja decidido.

Revista Novo Perfil Online
Fonte: PB Agora
O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgou mais 12 pedidos de registros de candidaturas e, seguindo o ritmo, 11 desses pedidos foram indeferidos. Ao todo, esta semana, o TRE já indeferiu 39 candidaturas. Apenas o candidato a vice-prefeito pelo município de Igaracy, Francisco Edilson Lacerda, teve o registro deferido pela Corte paraibana na sessão desta quinta-feira (16).

A candidatura de Francisco Edilson foi contestada porque ele teve as contas, referentes ao ano de 2005, julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). No entanto, uma liminar com efeito suspensivo refez a decisão da Corte de Contas e, de acordo com o entendimento dos membros do TRE, o candidato fica apto a disputar as eleições deste ano.

Entre os onze candidatos barrados pela Justiça Eleitoral, hoje, quatro são de João Pessoa, quatro do município de Belém, um de Umbuzeiro, um de Santa Cecília e um de Brejo dos Santos. Todos pretendiam disputar o cargo de vereador nas respectivas cidades.

Foram indeferidas as candidaturas de: Hipólito Rodrigues de Souza Neto, Edite Rodrigues da Silva, Cosme de Vasconcelos Medeiros, Lindenberg Nunes Dias Novo, José Bernardino de Miranda, José Ivanildo Vieira, Jacinto Rômulo Guedes Paiva e da cidade de Belém são; Maria de Fátima Barbosa de Alustau, Jailson Nunes dos Santos, Paulo Mendonça da Silva e José Rufino da Costa. Além disso hoje foi publicada no cartório eleitoral de Belém o pedido de renuncia de: Anna Marcela Chianca de Gusmão Barbosa de Lima e Ana Marly Chianca de Gusmão. Confira as fotos dos ex-candidatos a vereadores:

Por Henrique Filho
Fonte: Politica PB
Ana Marly Chianca de Gusmão
Anna Marcela Chianca de Gusmão Barbosa de Lima




José Rufino da Costa




Maria de Fátima Barbosa de Alustau
Paulo Mendonça da Silva

quarta-feira, 15 de agosto de 2012


Uma tentativa de suicídio foi registrada na manhã desta quarta-feira (15), na cidade de Sertãozinho. Segundo informações, João Martinho Ribeiro, vulgo "Negão", de 33 anos, residente no Conjunto Pedro Vieira, tentou se matar em sua casa por conta de uma ofensa feita por um colega do mesmo grupo político que o chamou de "traíra".
Abalado com o comentário maldoso, João sentiu um cheiro estranho de sangue dentro de casa, e num surto psicológico pegou uma faca e efetuou um corte no pescoço. Ao cair, ele sofreu um ferimento na cabeça.
Os parentes o levaram para uma unidade hospitalar onde recebeu os devidos cuidados médicos, evitando assim uma tragédia.
 Revista Novo Perfil Online
Fonte: Nordeste1

terça-feira, 14 de agosto de 2012


Agora é oficial. Depois de ter o registro de candidatura deferido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) o professor Josenias Pereira (PTB) confirma os boatos e renuncia, oficialmente, a sua candidatura a prefeito de Solânea. Em seu lugar entra um peemedebista para concorrer às eleições na cidade. Edvanildo Júnior - que também teve seu registro confirmado pelo TRE - entra definitivamente na briga.
Josenias havia tido sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. A sua coligação também havia sido impugnada na 48ª Zona Eleitoral. O juiz Osenival dos Santos Costa entendeu que os registros haviam sido efetuados fora do prazo.
Logo após a notícia do indeferimento em primeira instância, começaram os boatos de que o petebista renunciaria a sua candidatura, mas o fato ainda não havia sido confirmado.
Na semana passada o TRE desfez a decisão do juiz local e decidiu deferir a candidatura de Josenias e dos vereadores de sua coligação que haviam sido prejudicados. Somente depois da confirmação da Corte Regional veio a confirmação da renuncia.
Edvanildo Júnior foi confirmado como o substituto de Josenias. A confirmação já pode ser vista no sistema de divulgação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no Divulgacand.

Revista Novo Perfil Online
Fonte: Focando a Noticia

domingo, 12 de agosto de 2012

Foto: Lula:            Edgard, Léo, Valdo       

Foi na tarde deste domingo (12) no sitio Camucar que o candidato a vereador Leocledson Cardoso Dantas (LEO), que havia pedido seu registro de candidatura pelo PP na coligação “Agora é o povo que quer I, sob o numero 11111. Após ter seu pedido indeferido, pela Justiça Eleitoral, resolveu não recorrer da decisão, “após uma analise da conjuntura política do município, resolvi deixar o grupo encabeçado por Tarcísio e Ricardo Marcelo e declarar apoio ao candidato a prefeito Edagard Gama, por entender que não pode parar o desenvolvimento que a cidade vem tendo nestes últimos oito anos com o prefeito Roberto e Edgard, tenho certeza que ele é a pessoa certa para poder dar essa continuidade, por que quem já teve 3 oportunidade de fazer e não fez, por que agora acreditar em quem já enganou a população”. Com a desistência e adesão Léo, à candidatura de Edgard Gama e Betanea, o grupo de Tarcisio Marcelo perde o 4º candidato a vereador alguns por indeferimento outros por renuncia.  

Por Henrique Filho        

sábado, 11 de agosto de 2012

O Ibope divulgou, na noite desta sexta-feira (10), a primeira pesquisa eleitoral do Instituto com vistas com vistas às eleições municipais deste ano em João Pessoa. Na pesquisa, contratada pela TVCabo Branco e divulgada no JPB 2ª Edição, o candidato José Maranhão (PMDB) lidera com 27%, seguido de Cícero Lucena (PSDB) que obteve 26%.

Luciano Cartaxo (PT) aparece em terceiro lugar com 14% e Estela Bezerra (PSB) em quarta com 09%. Lourdes Sarmento (PCO) obteve 1%, enquanto Renan Palmeira (PSOL) e Antônio Radical (PSTU) não pontuaram. Brancos e nulos somaram 12% e não sabem ou não opinaram 10%.

O intervalo de confiança da consulta ficou estimado em 95% e a margem de erro é de 4% para mais ou para menos. A pesquisa foi realizada entre os dias 07 e 09 deste mês e ouviu 602 pessoas. 
Rejeição

No item rejeição, o candidato José Maranhão também aparece em primeiro com 35%, seguido de Cícero 30%, Estela com 29%. Cartaxo e Lourdes estão empatados com 18% de rejeição; e Renan e Radical também se igualam com 16%.

Revista Novo Perfil Online
Fonte: WSCOM 

sexta-feira, 10 de agosto de 2012


Em reunião nesta sexta (10) a Juíza Eleitoral Drª Isabella de Freitas estabeleceu a ordem que as coligações devem se apresentar ao publico através do guia eleitoral que, terá como emissoras responsáveis pela geração do guia, as Radios Rua Nova FM 87,9 e a Talismã FM 99,3, ficou estabelecido que em caso de problemas técnicos as emissoras entrem em cadeia, para não oferecer prejuízo as coligações, a ordem foi a estabelecida através de sorteio, onde ficou estabelecido que a coligação “Agora é povo que quer” dará inicio a propaganda eleitoral da  majoritária e a coligação CONTINUA BELÉM, dará continuidade ao guia, já na propaganda eleitoral no tocante a proporcional, ou seja, a propaganda dos vereadores, a coligação “Agora é o povo que quer II”, dará inicio seguida pela coligação CONTINUA BELÉM e terminando com a coligação “Agora é o povo que quer I” . A reunião contou com os representantes das coligações, das duas rádios, o chefe do cartório Eleitoral Mucio, o representante do Mistério Publico  além da Juíza Eleitoral.

Por Henrique Filho

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

A vereadora do município de Solânea, Giseliane Azevedo Fernandes de Melo (PSD), que teve o mandato cassado pelo juiz da 48ª Zona Eleitoral, Osenival dos Santos Costa, nesta quinta-feira (09), negou a acusação de compra de votos e informou que ainda na tarde de hoje estará entrando com uma liminar no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) requerendo a sua permanência na Câmara Municipal. Por meio de sua assessoria, a parlamentar informou, ainda, que também vai impetrar um recurso contra a decisão da primeira instância.
Segundo a assessoria de Giseliane, na própria Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) impetrada contra a vereadora há uma nota fiscal que comprovaria que o material de construção ao qual se refere o processo não teria sido comprado por ela, o que derrubaria a tese de captação ilícita de sufrágio.
Conforme as informações, essa nota fiscal comprovaria que o material em questão foi comprado pela moradora da cidade e não por Giseliane. Além disso, em seus testemunhos tanto a cliente quanto o dono da casa de material de construção teriam afirmado que a compra teria sido efetuada pela moradora e não pela parlamentar.
A suplente de Giseliane, Carmézia, já tomou posse na Câmara Municipal nesta manhã. No entanto, caso o TRE acate a liminar da vereadora, ela retornará ao cargo até que o recurso contra a cassação seja julgado pela Corte paraibana.
Entenda o caso – A vereadora de Solânea, Giseliane Azevedo Fernandes de Melo, teve seu mandato cassado em uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) que foi impetrada contra a parlamentar porque, segundo a acusação, ela teria supostamente doado materiais de construção em troca de votos nas eleições de 2008. O fato configuraria captação ilícita de sufrágio.
Diante da acusação, o juiz zonal entendeu que havia provas suficientes da denúncia e decidiu “pelo exposto, JULGO PROCEDENTE a presente Ação de Impugnação de Mandato Eletivo para, em consequência: Decretar a cassação do diploma e, por conseguinte, a destituição do mandato eletivo da Srª. G A F d M”, diz no seu relato o juiz Osenival.
O magistrado determinou, ainda, em seu parecer que fosse comunicado à Câmara Municipal de Solânea, sobre o afastamento de Giseliane do cargo de vereadora, bem como a posse imediata do suplente da mesma coligação, Carmézia.
Revista Novo Perfil Online
Fonte: Focando a Notícia

quarta-feira, 8 de agosto de 2012


Segundo o Site do TSE, o divulgacand2012 o candidato Tarcísio Marcelo esta INDEFERIDO COM RECURSO. O que Isso significa? Para você amigo leitor entender, significa dizer que o pedido de registro de candidatura foi negado a 1ª instancia, ou seja a Juíza Eleitoral 54ª ZONA Belém, jugou que o candidato Tarcísio Marcelo não pode concorrer as eleições devido desvios de verbas publicas e com base na Lei Ficha Limpa ele ficou impossibilitado, a sua vice pode concorrer mais como não um candidato a prefeito o registrado, a vice também ficou impossibilitada ate que haja a substituição do candidato a prefeito. O recurso será julgado até dia 23 de agosto pelo TER-PB, nesse período Belém continuará com apenas uma candidatura registrada encabeçada por Edgard e Betanea. Na pagina principal do Site Revista Novo Perfil você pode votar na enquete para saber quem você  gostaria que  substituísse Tarcísio Marcelo na Chapa.


Por Henrique Filho

segunda-feira, 6 de agosto de 2012


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) mudou a sentença de primeiro grau e deferiu o registro de candidatura do professor Josenias Pereira (PTB) a prefeito de Solânea. A Corte entendeu ainda que a coligação “Solânea Unida” e “Solânea Unida I” também estão aptos a participar do pleito deste ano. A decisão foi unânime.

Informações dão conta de que após o deferimento da candidatura do professor Josenias a prefeito de Solânea, seu nome deve ser trocado por Edvanildo de Medeiros Júnior que passará a ser o novo candidato.

Os juízes encaminharam ainda de volta a primeira instância os pedidos de registros dos candidatos a vereador Marinalva da Silva Barbosa , Eliane Gomes, Elenice Lima Ferreira e Reginaldo Pereira da Silva para que se façam novas diligências.

Nos casos de Eliane e Elenice, elas não teriam se descompatibilizado dos cargos públicos em tempo hábil para concorrerem às eleições. As candidatas justificaram alegaando que seus nomes foram indicados para concorrer após o prazo exigido pela legislação, por isso, a descompatibilização foi feita posteriormente.

Já Marinalva não teria tido seu nome incluído na ata confeccionada durante convenção. E, Reginaldo, teria condenção penal o que o enquadraria na Lei da Ficha Limpa.

Nesses quatro casos o juiz relator dos processos, Márcio Accyoli, entendeu que o recurso deveria retornar a 48ª Zona Eleitoral para que fossem feitas novas diligências para que se abra prazo e para a defesa dos candidatos. 

Confira a lista dos candidatos que tiveram os registros deferidos pelo TRE-PB:

RE 132-67 – DRAP Prefeito – Coligação Solânea Unida

RE 148-21 – DRAP Ver. – Coligação Solânea Unida I

RE 144-81 – Josenias Pereira da Silva

RE 144-81 – Allan Thales Rocha e Viana

RE 126-60 – Josué Pereira dos Santos

RE 128-30 – Francisco de Freitas Chaves

RE 129-15 – Antoniel de Souza Morais

RE 130-97 – David Mohamed Sobral Reis Romão

RE 131-82 – Paulo Victor dos Santos

RE 133-52 – Marcelo de Oliveira Xavier

RE 134-37 – Maria da Vitória Silva Alves

RE 135-22 – Magnária Silva de Araújo

RE 136-07 – Milton Paulo de Souza Filho

RE 137-89 – Maria Aparecida Martins de Araújo

RE 139-59 – Tiago José Lourenço Pereira

RE 140-44 – Edvanildo de Medeiros Santos Junior

RE 142-14 – Valmir Alves Diniz

RE 143-96 – Orizinaldo Dantas da Silva

RE 145-66 – Adeilde Pereira da Silva

RE 146-51 – Antônio José da Silva

RE 147-36 – David Gomes de Lima





 Revista Novo Perfil Online
FONTE: POLÍTICAPB